Planejamento da Comunicação Visual – Garantia e eficiência nos resultados

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pocket

O esforço de montar um negócio envolve uma infinidade de iniciativas e decisões. No caso de uma loja, o empresário se preocupa com as especificidades do segmento em que atuará, o tipo de produto, a formação de estoque, as questões administrativas e a aparência do ponto de venda. Este último elemento merece atenção especial. Afinal de contas, a comunicação visual desempenha papel estratégico para a obtenção de resultados positivos e a consequente consolidação da marca.

A aplicação correta da técnica de estabelecer comunicação direta com o consumidor por meio de imagens, fotos ou símbolos gráficos garante excelentes resultados para o empresário. Isto porque tais elementos conquistam a empatia do cliente e reforçam a marca. Dependendo do contexto, uma representação gráfica causa maior impacto que um texto, pois a mensagem é clara, objetiva.

A força do visual

O planejamento da comunicação visual desempenha a função de apresentar produtos e serviços, além de expressar conceitos inerentes à marca. Não ter uma estratégia definida pode colocar em risco o próprio sucesso do negócio. Nesse sentido, o planejamento deve se caracterizar por:

Poder de atração

Letreiros externos exercem especial apelo visual. Eles instigam o interesse do cliente, fazendo com que o consumidor deseje entrar na loja – mesmo que às vezes ele nem saiba ao certo o que encontrará. Eis o gancho para a primeira abordagem feita pelo vendedor. No interior do ponto de venda, placas reforçam a comunicação estabelecida com o cliente. Um planejamento visual que coloque letreiros em segundo plano pode comprometer o esforço de atração do cliente.

Antecipação de conceitos

A comunicação visual antecipa ao consumidor informações e características do negócio, do ramo de atuação da empresa, do estilo dos produtos e do público a quem se dirige. O objetivo é conectar a identidade visual da marca ao conceito que ela traz com as peças de comunicação.

Mensagem eficiente

O planejamento estratégico da comunicação visual deve prever o desenvolvimento de elementos capazes de transmitir informações sobre os produtos, as condições de pagamento e qualquer outra referência à marca. Nada pior para uma loja que exibir um layout completamente descolado do conceito do negócio.

Destaque

A programação visual estratégica estimula a combinação entre o conceito do negócio, o tipo de produto ou serviço e o perfil do público. Isso garante que a marca consiga se destacar entre os concorrentes. Em um mercado competitivo, criar uma referência visual para o empreendimento significa sair na dianteira na disputa pela atenção do cliente.

Às vezes, o empresário cede à tentação de interferir no planejamento estratégico da comunicação visual. Esse erro deve ser evitado a qualquer custo. O especialista desenvolve um projeto baseado em referências técnicas e conceituais. Já o empreendedor enverada pelo gosto pessoal. O caminho mais indicado é deixar o programador visual desenvolver a sua proposta, fornecendo-lhe todas as informações necessárias. Ao empresário cabe a aprovação, não a criação.

Como foi planejada a comunicação visual de sua loja? Quais cuidados foram tomados no sentido de criar um elo entre o layout do ponto de venda e o conceito da marca? Conte-nos a sua experiência.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pocket
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Ricardo Gonçalves

Ricardo Gonçalves

Leave a Replay