Como criar sua marca usando a tipografia certa: saiba como

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pocket
tipografia

Você já passou por esta situação?

Pensou, rascunhou, pensou novamente e não conseguiu chegar a lugar algum?

Você sente e sabe que precisa tomar uma decisão, pois o tempo está passando e tudo parece muito complicado a ponto de você realmente optar pelo mais simples e ainda não conseguiu chegar a nenhuma conclusão de como sua marca será representada, afinal de contas você tem que decidir isso porque muitas outras coisas fluirão e dependerão desta decisão.

Você sente que muitos conceitos e muitas ideias estão fluindo, mas mesmo assim ainda se pergunta se é realmente a coisa certa a fazer.

Você sente arrepio quando pensa que pode não ser a coisa certa.

Você viu e pensou em várias opções sobre a forma que sua marca será criada, será divulgada e acima de tudo, como ela será conhecida, mas ainda está com medo de que sua decisão não tenha sido a correta.

E se você tiver que repensar tudo de novo?

Só de passar isso pela sua cabeça, pelo tempo que investiu e todos os conceitos que você idealizou a respeito  viram um verdadeiro redemoinho de suposições.

Aí você decide pelo mais fácil!

Devido imaginar que tudo está atrasado e precisa ter seu início o mais rápido possível, se vê obrigado a abandonar os conceitos estudados e optar pelo caminho mais rápido: “ver algo semelhante e mudar alguma coisa”.

Não caia nesta cilada e reflita sobre sua marca:

Qual a importância da tipografia para minha marca?
Qual mensagem ela deve passar?
Pra qual público ela deve falar?
Sendo assim, qual tipo de letra deve usar?

A tipografia é muito importante no ato da criação e remodelagem da sua marca. É o estudo de conceitos que interferem diretamente na mensagem que se deseja transmitir e também para qual público você quer falar.

Existe um engano muito grande por parte de micro e pequenos empresários quando pensam na marca da empresa e simplesmente ignoram o poder de atração e de fixação que  a tipografia que será utilizada exerce no resultado final do seu projeto e consequentemente na atração do público qualificado e desejado para seu negócio.

A tipografia pode ser definida como o estudo da formação dos tipos, já os tipos, por sua vez, é a forma como se define cada família de fontes, ou seja, como é o desenho, as variações e as características de cada letra.

Assim, a correta utilização dos tipos na comunicação irá permitir que sejam passadas diferentes mensagens sobre uma marca e pode, aliada a outros elementos, ser entendida como um diferencial estratégico para o seu negócio.

Você quer saber como a tipografia pode influenciar a sua marca?

Continue lendo este artigo.

tipografia

Qual a importância da tipografia para minha marca?

Ela é muito importante para a marca porque vai carregar ao longo da vida de sua empresa a real mensagem que ela quer passar ao prospects e também aos clientes. Ela irá carregar seu DNA, sua essência e transmitirá ao público-alvo tudo aquilo que é necessário para a aquisição de bons clientes e ganho de notoriedade e autoridade em seu segmento.

Por isso, entender sobre tipografia é fundamental para que a marca tenha sucesso e que consiga transmitir exatamente o que é ou faz.

Viu como é importante ter algum conhecimento sobre o assunto?

Para auxiliar na sua decisão, vamos falar um pouco sobre algumas tipografias que existem e como elas podem ser utilizadas.

Qual a mensagem da sua marca?

Para definir a correta tipografia a ser utilizada, você precisa conhecer bem a sua marca e o que ela quer transparecer para o seu público.

Sua marca é jovem? É inovadora? É diferente? Com isso em mente, o uso de diferentes fontes pode passar, de forma silenciosa, a mensagem pretendida.

A utilização de uma fonte moderna irá mostrar o quão diferente e jovem sua empresa é, ou seja, irá conversar diretamente com público-alvo que você quer alcançar.

Não se esqueça de que algumas fontes transmitem mais tradição e outras, modernidade, e que é necessário combinar isso com o seu estilo.

Que tipo de letra usar?

Os tipos mais comuns de fontes são as serif ou com serifa, que são aquelas compostas de pequenos traços, algum ornamento ou prolongação, como é o caso da Times New Roman ou a Georgia.

As sem serifa são formadas por caracteres mais simples, como é o caso da Helvetica e da Arial.

As cursivas remetem a uma ideia de manuscrito, como no caso de Comic Sans MS, Brusch Script ou Fantasy, que são representadas por símbolos e não permitem uma boa leitura.

Também há Papyrus, Impact e, por fim, Monospace, que são formadas por caracteres com o mesmo espaçamento entre si, normalmente utilizadas em códigos computacionais, como no caso da Courier e Prestige Elite.

Assim, é possível ter diferentes sensações com diferentes tipos de letras ou de variações que estas podem apresentar.

O detalhe mais importante está relacionado ao seu target(público-alvo) e não exatamente ao que você pensa ou ao que gostaria que fosse, afinal de contas quando colocamos uma empresa para funcionar, nosso objetivo é vender para um público qualificado, oferecer um excelente produto ou serviço e atender uma real necessidade do nosso futuro cliente, não é verdade?

Então porque devemos deixar nosso ego falar mais alto se o verdadeiro resultado está em nosso target?

Neste ponto é fundamental, que caso haja alguma dificuldade para definição da tipografia adequada e também dos elementos gráficos que farão parte da marca, um profissional de criação seja contatado.

Um bom profissional fará um estudo dos objetivos de sua empresa, com questionamentos específicos e voltados para estratégia de marca para que tudo saia conforme o esperado e atinja com toda a certeza, os resultados almejados.

Tudo isso é muito interessante né?

Continue lendo este artigo e veja ainda mais.

A tipografia deve ser invisível

Como assim a tipografia deve ser invisível?

Simples, a principal característica de boas tipografias é a invisibilidade, ou seja, elas devem transmitir a imagem da sua empresa de forma instantânea e não verbal.

Os observadores devem entender a mensagem que se quer passar e ao mesmo tempo, seu público-alvo deve se identificar com a empresa e o contexto geral.

Além da tipografia, que irá compreender a escolha adequada das fontes que serão utilizadas, o layout ou composição do texto, a relação entre os tipos e os elementos gráficos de um determinado anúncio deverá estar em total conformidade com os objetivos definidos no processo de criação da marca, para que a mensagem desejada seja transmitida de maneira sutil e também intuitiva.

A tipografia deve transmitir significado

Existem muitos modismos e tendências que poderão influenciar diretamente na utilização de uma determinada tipografia e também em determinadas composições para criação de marcas, mas um detalhe extremamente importante, volto a dizer: é o DNA da sua marca que estamos falando. Então o mais sensato é realmente fazer uma avaliação e estudo dos conceitos, da mensagem, do target e dos objetivos da empresa perante um determinado nicho de mercado para que ela seja vencedora e diferenciada de sua concorrência, ganhando notoriedade, autoridade e reconhecimento do cliente, prestando serviços de qualidade, um excelente atendimento e comercializando produtos que irão resolver e atender as demandas.

Então procure uma tipografia que se adeque a sua empresa e principalmente à mensagem que ela quer passar, e não ao modismo da época.

Tome cuidado também na decisão da tipografia para definir a sua marca com os diferentes tipos de mídia em que ela será exposta, uma vez que diferentes tipos de fontes aparecem melhor em computadores e smartphones e outras são melhor percebidas em anúncios ou em meios escritos.

Agora que você já conhece alguns conceitos para definir a tipografia de sua marca de sucesso, deixe seu comentário para que possamos falar mais a respeito deste incrível assunto e para que as pessoas possam participar e também expressar suas ideias.

Se preferir, fale com nossa equipe!

Ricardo Gonçalves

Ricardo Gonçalves

Leave a Replay