3 motivos pelos quais sua estratégia de comunicação visual não está funcionando

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pocket

Você já deve ter ouvido o quanto as imagens são importantes na hora de comunicar. Um dos motivos para isso é que elas são capazes de ser captadas e interpretadas pelo cérebro muito mais rápido do que o texto. Também alcançam mais efetivamente o nosso centro emocional e, por isso, têm um maior impacto. Estamos habituados a interpretar pequenos estimulos visuais os símbolos são mais facilmente memorizados.

É por isso que a estratégia que rege a comunicação visual da sua empresa deve ser levada à sério. É o planejamento consistente que faz com que você veja aquela “famosa virgula” e saiba que ela pertence a Nike, e não a outra marca.

Por quais motivos sua estratégia de comunicação visual não está funcionando?

1 – Porque você não está investindo

Muito empresários confundem investimentos com gastos e, por isso, acabam sendo um pouco mais receosos antes de empregar dinheiro na melhoria da comunicação visual de uma loja. Isso é um grande erro. Na verdade, uma boa estratégia de comunicação visual pode até exigir um pouco de gastos inicialmente, mas você deve encará-los como investimentos, uma vez que te trarão retorno financeiro.

Quando você custeia estudos e fabricação de bons logotipos, materiais gráficos, fachadas e identidade visual, você está fazendo um investimento para que a imagem da sua marca seja coerente, eficaz e duradoura, que ressoe entre a audiência e se destaque entre a concorrência. E uma imagem de qualidade é atrativa e convence o seu público de que você é profissional e merece confiança.

2 – Porque você acha que comunicação visual se resume a logotipo

Mais um erro que faz com que muitas estratégias de comunicação visual falhem é achar que tudo se resume ao logotipo. Na verdade, toda a atmosfera que envolve a identificação de uma marca deve ser envolvida na estratégia de comunicação visual – desde vitrines e fachadas ao interior do estabelecimento, além de itens como sites, cartões, panfletos, etc.

Especialmente os letreiros, quando mais elaborados, bem planejados e visualmente atraentes – tanto na fachada quanto na recepção de uma empresa -, são fatores essenciais na hora de reforçar a identidade de uma marca, além de aumentar as vendas significativamente. Isso acontece porque eles servem exatamente para chamar a atenção das pessoas que passam ao redor. Uma boa fachada, por exemplo, pode ser o fator de decisão de compra de um potencial cliente, fazendo com que você se destaque entre a concorrência. É por isso que a sua marca não se resume ao logotipo!

Além disso, é importante ressaltar que uma comunicação visual ruim pode causar ruídos de identificação da sua marca entre o seu público. Por exemplo, você é dono de uma temakeria e, em seu site, a linguagem e layout segue uma linha retrô, com cores fortes e contrastantes, mas o seu estabelecimento é bastante formal, com cores neutras e fachadas com letras tradicionais. Uma linguagem não casa com a outra e o seu público pode ficar confuso se se trata da mesma marca ou não.

3 – Porque você tem medo de arriscar

Não é porque todas as empresas do seu setor costumam seguir uma determinada linguagem que você não pode fazer o oposto. Muitas empresas se destacaram no mercado exatamente por “pensarem fora da caixa” e ousarem em suas estratégias de comunicação visual (clique aqui e veja como a comunicação visual pode alavancar suas vendas). Logotipos diferentes, letreiros ousados, fontes marcantes… Há sempre um jeito de criar uma marca forte, que conversa com o público e ressoa forte entre a audiência – e esse jeito não é necessariamente o que todo mundo já está fazendo.

Você está comentendo algum desses erros? Talvez seja a hora de mudar!

Orçamento para Fachadas e Letreiros

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pocket
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Ricardo Gonçalves

Ricardo Gonçalves

Leave a Replay

falta um passo para

inovação