4 vantagens da comunicação visual que você não pode ignorar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pocket
vantagens da comunicação visual

Saber onde e como investir os lucros da empresa, de forma a reforçar seu posicionamento e otimizar as vendas, é cada vez mais complicado. Com inúmeras formas de marketing e de comunicação, decidir quais meios utilizar leva tempo e dinheiro. Uma das saídas é a comunicação gráfica ou visual!

Embora muitos pensem que é obsoleta e pouco rentável, ela tem enorme importância para a construção de marcas e grande eficácia ao alavancar empresas no mercado! Conheça, a seguir, um pouco mais sobre as vantagens e desvantagens da comunicação visual!

Quais as vantagens da comunicação visual?

Transmissão das informações de maneira direta

A linguagem visual é amplamente conhecida por ser simples e direta ao carregar informações que valem por mil palavras, como diz o ditado popular.

Pense, por exemplo, nos valores de sua empresa: como dizer a todos os clientes e potenciais consumidores e parceiros por quais ideais a sua marca preza de forma efetiva e em pouco tempo?

Com a linguagem verbal, isso seria um trabalho difícil e com grandes chances de falha. No entanto, a comunicação visual permite que sua empresa crie um logo e todo um manual de identidade que o acompanha.

Eles devem ser usados em todos os materiais de divulgação, traduzindo aqueles valores em um ícone conciso e simples de entender.

Flexibilidade de aplicações

Informações textuais e outras formas de multimídia, como inserções de áudio, têm restrições amplas quanto à sua aplicação. Os textos não podem ser usados em locais de língua estrangeira e comunicações por áudio precisam de equipamento específico para sua reprodução.

Comunicações visuais, pelo contrário, podem ser usadas em todos os lugares, tamanhos e materiais.

Um logo, por exemplo, deve estar presente no site da empresa, nas embalagens de produtos, na fachada do prédio que abriga a sede, em materiais promocionais, como cartões de visita e em uniformes. Isso tudo, sem sofrer perdas de significado.

Impacto maior

Somos atraídos pela linguagem visual desde a primeira infância, devido à sua leitura fácil e intuitiva. Isso confere a ela um impacto muito maior do que uma mensagem transmitida apenas textualmente, que pode se tornar cansativa.

Exemplos clássicos são as peças publicitárias da varejista italiana Benetton, que chocaram e conscientizaram o mundo nos anos 90. Elas tratavam de temas como racismo, violência, geopolítica e preconceito em anúncios que consistiam de uma única imagem e pouquíssimos textos.

As possibilidades são muitas

É impossível pensar em publicidade e em marketing, atualmente, sem falar de criatividade. A tecnologia avançou muito nas últimas décadas e a cada dia mais. Isso tornou possível a produção, em massa, de peças de comunicação visual muito diferenciadas, inovadoras, e interativas.

Portanto, a comunicação visual não é meramente estética: ela é estratégica, se soubermos unir criatividade ao marketing.

O cartão de visitas dos profissionais ligados ao serviço de transporte de cargas da TAM é um exemplo. Ele pode ser dobrado e transformado em uma pequena caixa, que imita aquelas transportadas por meio desse serviço.

Por que usar a comunicação visual?

Reforçar o branding e aumentar a autoridade

Você pode e deve usar a comunicação visual para trabalhar melhor o branding do seu negócio. Ele diz respeito à impressão que os consumidores têm da sua marca e a comunicação visual é uma agente de peso na construção dessa opinião.

Quanto melhor for trabalhado seu branding, consequentemente, a autoridade da marca aumenta.

Ele é valioso para criar uma unicidade e uniformidade nas propagandas da empresa. É difícil harmonizar elementos como a fachada da loja, embalagens, propagandas publicitárias etc. sem ter uma comunicação visual bem delineada.

Atrair mais clientes

Não podemos ignorar a importância da publicidade para a prospecção de novos clientes. Nesse sentido, a comunicação visual tem papel muito importante. Acima, falamos da facilidade de aplicabilidade que ela prevê.

Para veicular peças publicitárias que atraem mais clientes, como o anúncio de uma promoção, são inúmeras as opções e variedades:

  • distribuição de flyers e adesivos;
  • adesivação de vitrines;
  • outdoors;
  • confecção de diversos produtos que tenham o intuito de divulgar a marca, como canetas ou broches de brinde;
  • embalagens personalizadas;
  • customização da fachada da loja etc.

Obter bom custo-benefício

Investir na criação ou na renovação de todo seu material visual pode parecer um gasto elevado em curto prazo, mas o retorno em médio e longo prazo supera facilmente o dinheiro investido.

Um branding bem feito e aplicado corretamente, associado a ações de marketing e divulgação, pode ser a diferença entre uma marca desconhecida e uma empresa de referência.

Educar o consumidor quando o serviço ou produto é inovador

O mundo mudou muito nas últimas décadas e, com isso, novos tipos de serviços e produtos inovadores surgiram. Por isso, eventualmente, o público tem certa dificuldade em entender de primeira sobre o que se tratam.

Pense na Uber, por exemplo. A empresa inovou ao usar a tecnologia dos aplicativos para simplificar e aperfeiçoar o serviço de motoristas particulares. Atualmente, todos sabem como funciona. Mas, no início, foi preciso um trabalho de educação do público.

Em casos como esse, a comunicação visual é poderosa. Afinal, dificilmente as pessoas se sentarão para ler um texto grande que explique como sua empresa trabalha e o que oferece.

Já uma comunicação visual bem trabalhada é um esforço bem melhor direcionado, pois tem chances muito maiores de chamar a atenção e despertar a curiosidade, mesmo que seja feito aos poucos.

Quais as desvantagens da comunicação visual?

Uma propaganda exagerada, que não transmita a alma do seu negócio, ou uma propaganda que traga ideias equivocadas pode ser um tiro no pé.

Além disso, quando se trata de comunicação visual física (como fachadas, outdoors etc.) é preciso ter atenção à legislação do local, já que muitos lugares restringem os tamanhos de placas e letreiros, como forma de evitar a poluição visual.

Materiais físicos também oferecem certa desvantagem em relação a dados variáveis, como em impressos. Se você fez um flyer para uma festa e sua data for alterada, aquele material será perdido.

Se não for dada a devida atenção à forma como esses impressos serão veiculados, isso também pode causar um problema. Ter diversos folhetos que promovem a sua loja jogados pela rua, poluindo o meio ambiente, prejudica muito a percepção do consumidor e a autoridade da sua marca.

Por último, podemos citar como desvantagem a abrangência da comunicação visual offline, que tem menor alcance do que aquela veiculada no ambiente digital. Mas, vale lembrar, não diminui o seu impacto!

Nesta postagem, vimos alguns dos motivos pelos quais devemos investir ou reforçar a comunicação visual da sua empresa, mas também as possíveis implicações que o uso descuidado dela pode causar. No geral, quando pensamos em vantagens e desvantagens da comunicação visual, os benefícios ainda saem em disparada.

Gostou do conteúdo? Então siga-nos no Facebook para ler mais textos como este!

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pocket
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Ricardo Gonçalves

Ricardo Gonçalves

Leave a Replay

falta um passo para

inovação