6 dicas para criar a identidade visual da sua startup

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pocket

Sabe-se que as startups estão crescendo muitos nos últimos anos e dominando grande parte do mercado. Para arcar com tamanha responsabilidade, é necessário que essas empresas definam bem seu nicho e fortaleçam ao máximo sua marca.

E o que melhor para fortalecer uma marca do que possuir uma identidade visual forte e consistente? Pensando nisso, apresentamos abaixo algumas dicas para criar a identidade visual de uma startup. Vamos conferir?

1. Pesquise bastante

Para se chegar ao uma identidade visual coerente, o primeiro passo é analisar seu nicho de mercado, estudar seus concorrentes e juntar o máximo de informações que você conseguir sobre seu posicionamento. Defina as qualidades da sua startup, seus pontos fortes, fracos, as dificuldades e as oportunidades que podem surgir. A análise SWOT é uma ótima maneira de avaliar casos como este. O mais importante é levar toda a informação em conta para que você consiga saber onde sua empresa está se metendo.

2. Defina os conceitos e a filosofia

Para criar uma identidade visual coerente, é preciso que sua empresa tenha uma filosofia e posicionamentos bem definidos. Qual imagem você quer passar para o mundo? Qual imagem você realmente passa? Essas questões precisam ser pensadas por toda a startup para que vocês consigam chegar a uma conclusão; só assim vocês conseguirão ir para o próximo passo da lista.

3. Crie o seu nome

Depois de definida a filosofia da empresa, assim como seus conceitos e visão, o próximo passo é a criação do nome. É óbvio que o nome de sua startup deve refletir os conceitos definidos por vocês no passo anterior, além de englobar os serviços a que sua empresa se propõe a fazer. Uma ótima ideia é criar um canvas, que define todas as principais palavras estratégicas que envolvem seu negócio, público-alvo e diferenciais. Depois disso, é hora de trabalhar com verbos e adjetivos que tenham relação com as palavras obtidas. O processo de eliminação é o próximo passo, até que você chegue a um único nome, que será o que representará a sua startup.

4. Leve em conta os canais de comunicação

Cartão de visitas, letreiro, papelaria coorporativa, assinatura de e-mail, flyers, redes sociais e até uniformes de funcionários são canais de comunicação de uma empresa. Por isso, deve-se pensar em características e cores de sua identidade visual que se adequem a todas essas plataformas.

5. Procure ajuda profissional

Para que todo o seu trabalho não tenha sido em vão, a contratação de um profissional de comunicação que esteja habilitado para desenvolver uma identidade visual é primordial. Ao passar as informações conseguidas até aqui para o profissional, ele com certeza irá saber trabalhar melhor com sua empresa e, consequentemente, criará uma identidade visual efetiva e coerente com o seu negócio. Você deverá se unir ao profissional e, juntos, escolherem as melhores opções de logo e outras peças gráficas.

6. Não se esqueça do branding

De nada adianta ter uma identidade visual impecável se sua startup não usá-la corretamente, não é mesmo? Por isso, o uso da identidade visual deve ser feita em todo e qualquer material de sua empresa afim de que, com ele, você consiga carregar o conceito do seu negócio. Um estudo para definir a aplicabilidade do seu logo e da sua identidade visual também é extremamente necessário.

Você tem mais alguma dica para criar uma identidade visual de qualidade para uma startup? Então, compartilhe-a com a gente nos comentários!

Se preferir, fale conosco!

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pocket
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Ricardo Gonçalves

Ricardo Gonçalves

Leave a Replay

falta um passo para

inovação