Registrando uma marca: afinal, qual é a real importância disso?

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pocket
importância do registro de marca

Não existe uma fórmula exata para ter sucesso no mercado, mas uma coisa certa: hoje, é muito importante que a sua empresa consiga se diferenciar dos seus concorrentes.

Mas se engana quem acha que basta oferecer um preço competitivo e boas condições de pagamento para se destacar no mercado. Para que seus clientes realmente identifiquem as características de seus produtos e serviços e escolham fazer negócio por você, é preciso dispor de certos artifícios, principalmente de uma marca bem consolidada.

No post de hoje, você vai entender a importância do registro de marca e como funciona esse processo:

Qual a importância do registro de marca?

A marca representa a identidade do seu negócio, sendo a grande responsável por fazer com que seus consumidores associem características específicas aos produtos e serviços oferecidos por você.

Isso faz com que o registro de marca seja muito importante para qualquer empresa. Afinal, é registrando a marca que você protege a sua identidade perante os consumidores e o seu mercado de atuação.

Em outras palavras, podemos dizer que a importância do registro de marca está em evitar que seus clientes comprem produtos e serviços de um concorrente quando, na verdade, estão pensando fazer negócio com você. Trata-se de um processo que protege a sua organização, o seu investimento e, principalmente, o seu consumidor.

Quais são os requisitos para registrar uma marca?

O registro de marca pode ser solicitado por qualquer pessoa física ou jurídica que esteja realizando uma atividade legal. No Brasil, o processo é realizado pelo Instituto Nacional da Propriedade Intelectual (INPI) e tem duração de dez anos, que podem ser prorrogáveis.

No caso de pessoas jurídicas, para solicitar o registro de marca é necessário apresentar uma cópia atualizada do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), cópias do Requerimento de empresário, Certificado de Microempreendedor Individual, do Contrato Social, do Estatuto Social e a Declaração de Microempresa, se for o caso.

Já para o registro de marcas para pessoa física, é preciso apresentar uma cópia do CPF, RG e da comprovação de Atividade Profissional Autônoma, reconhecida pelo órgão fiscalizador. Além dos documentos, o interessado deve realizar o pagamento de uma taxa para iniciar o processo de registro de marca. O valor dessa taxa pode variar entre R$ 355,00 e R$ 530,00.

Como registrar a marca da minha empresa?

O primeiro passo para registrar a sua marca é fazer um cadastro no INPI, seja você pessoa física ou jurídica. Depois, deve-se emitir a Guia de Recolhimento da União (GRU) referente ao registro de marca informando se você deseja realizar o processo online ou impresso.

Optando pelo formulário online, você pode fazer o preenchimento de todas as informações no sistema e-Marcas, anexando os documentos necessários para finalizar o processo. Caso escolha a forma impressa, é preciso fazer o download do formulário de pedido de registro de marca e entregá-lo na sede do INPI no Rio de Janeiro ou em suas representações estaduais.

É importante lembrar que o processo de registro de marcas é composto por várias etapas e dura, em média, dois anos para ser finalizado. Para ter mais informações, consulte o manual de marcas do INPI.

Quais são os cuidados necessários na hora de registrar a sua marca?

Antes de iniciar o processo de registro de sua marca, é muito importante que você tome alguns cuidados, como:

Verifique as marcas registradas

É essencial verificar se já existe alguma marca com nome e desenho parecidos com a que você deseja cadastrar. Essa consulta pode ser feita gratuitamente no sistema de busca de marcas do INPI.

Lembre-se que a prioridade é sempre da empresa que solicitou primeiro, mesmo que o processo ainda não esteja concluído.

Determine o setor em que sua marca vai atuar

Depois de pesquisar as marcas registradas no mercado, é muito importante que você determine o setor de atuação de sua empresa. Isso porque uma mesma marca pode atuar em atividades muito diferentes: é por isso que pode existir um restaurante, hotel ou alimento com o mesmo nome.

Ainda tem dúvidas sobre a importância do registro de marca e como registrar a marca de sua empresa? Conte pra gente aqui nos comentários!

Ricardo Gonçalves

Ricardo Gonçalves

Leave a Replay