Como a tipografia pode melhorar a sua marca?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pocket

A tipografia pode ser definida como o estudo da formação dos tipos. Já os tipos, por sua vez, são a forma como se define cada família de fontes, ou seja, como é o desenho, as variações e as características de cada letra. Assim, a correta utilização dos tipos na comunicação irá permitir que sejam passadas diferentes mensagens sobre uma marca e pode, aliada a outros elementos, ser entendida como um diferencial estratégico para o seu negócio. Vamos agora entender melhor como a tipografia pode melhorar a sua marca?

Qual a mensagem da sua marca?

Para definir a correta tipografia a ser utilizada, você precisa conhecer bem a sua marca e o que ela quer transparecer para o seu público. Sua marca é jovem? É inovadora? É diferente? Com isso em mente, o uso de diferentes fontes pode passar, de forma silenciosa, a mensagem pretendida.

A utilização de uma fonte moderna irá mostrar o quão diferente e jovem sua empresa é, ou seja, irá conversar diretamente com público-alvo que você quer alcançar. Não se esqueça de que algumas fontes transmitem mais tradição e outras, modernidade, e que é necessário combinar isso com o seu estilo.

Que tipo de letra usar?

Os tipos mais comuns de fontes são as serif ou com serifa, que são aquelas compostas de pequenos traços, algum ornamento ou prolongação, como é o caso da Times New Roman ou a Georgia. As sem serifa são formadas por caracteres mais simples, como é o caso da Helvetica e da Arial.

As cursivas remetem a uma ideia de manuscrito, como no caso de Comic Sans MS, Brusch Script ou Fantasy, que são representadas por símbolos e não permitem uma boa leitura. Também há Papyrus, Impact e, por fim, Monospace, que são formadas por caracteres com o mesmo espaçamento entre si, normalmente utilizadas em códigos computacionais, como no caso da Courier e Prestige Elite.

Assim, é possível ter diferentes sensações com diferentes tipos de letras ou de variações que estas podem apresentar.

A tipografia deve ser invisível

A principal característica de boas tipografias é a invisibilidade, ou seja, elas devem transmitir a imagem da sua empresa de forma instantânea e não verbal. Além da tipografia, que irá compreender a escolha adequada das fontes, o layout ou composição do texto, a relação entre os tipos e os elementos gráficos de um determinado anúncio, deverá ser observada a adequada escolha do papel, além da forma de impressão, já que estes formam o conjunto que irá mostrar a sua marca.

A tipografia deve transmitir significado e deve ser mutável

É muito comum que, de tempos em tempos, algumas fontes estejam em maior destaque que outras, como o minimalismo que é observado nas fontes atuais. Mas procure uma tipografia que se adeque a sua empresa, e não ao modismo da época.

Tome cuidado também na decisão da tipografia para definir a sua marca com os diferentes tipos de mídia em que ela será exposta, uma vez que diferentes tipos de fontes aparecem melhor em computadores e smartphones e outras são melhor percebidas em anúncios ou em meios escritos.

Quer saber mais como a tipografia pode melhorar a sua marca? Nós temos soluções variadas na área de tipografia, desenvolvimento de marcas e letreiros. Tem alguma dúvida sobre o assunto? Deixe o seu comentário!

Criação e Design para melhorar a marca

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pocket
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Ricardo Gonçalves

Ricardo Gonçalves

Leave a Replay

falta um passo para

inovação