Tipografia impactante: 4 dicas para criar sua marca

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pocket
tipografia impactante

Do mesmo jeito que as cores ou imagens atribuem significado à sua marca, a tipografia ou a escolha de fontes também tem o mesmo efeito. Saber escolher qual tipo de letra melhor se encaixa às suas necessidades pode ser o primeiro passo rumo à efetividade de um novo letreiro na fechada de seu negócio ou até na elaboração da identidade visual.

Pensando na importância dos tipos de letras para soluções visuais, separamos algumas dicas para que a sua empresa consiga adotar uma tipologia impactante e realmente efetiva. Ficou curioso? Então acompanhe o conteúdo:

4 dicas para uma tipografia impactante

1 – Espaçamento e formato das fontes

O espaçamento deve ser trabalho na construção de uma identidade visual no sentido de sempre proporcionar a melhor experiência de leitura possível. Não adianta tentar condensar várias letras em um espaço pequeno e muito menos fazer o contrário, pois isso irá prejudicar a compreensão do nome de sua empresa. Vale lembrar que observar a espessura e traçado das fontes também é importante para a melhor compreensão do texto de um letreiro, por exemplo.

Além disso, vale pensar se sua marca prefere adotar uma fonte com ou sem serifa. As letras com serifa, como é o caso da Times New Roman e da Georgia, apresentam um aspecto mais clássico e opulente. Enquanto as sem serifa, que são formadas por caracteres mais simples, como a Helvetica e a Arial, são mais modernas e descontraídas. Lembrando que tudo depende do tipo de negócio da sua empresa.

2 – Cor da tipografia

As cores de sua tipografia são elementos fundamentais no que se diz respeito à efetividade de um letreiro, por exemplo. Cores quentes são mais impactantes, mas nem sempre atendem às necessidades de seu negócio. Cores neutras, como o azul, podem passar a ideia de profissionalismo, enquanto o laranja remete à criatividade.

Na dúvida, uma boa pedida é o uso de tons pastel que, apesar de serem menos atrativos por limitarem-se à zona de conforto, quase nunca são usados de forma inadequada. Novamente, aqui é o caso de olhar para seu tipo de negócio e avaliar qual cor mais se adequa à sua proposta.

3 – Tamanho das fontes

Nem sempre tamanho é documento. Não adianta querer usarmos fontes garrafais e enormes só para chamar a atenção dos clientes. Elas precisam ser, antes de tudo, legíveis e adequadas para a sua proposta. Dependendo da plataforma que você vai utilizar as fontes (um letreiro ou uma peça gráfica, por exemplo), você deve sempre ter em mente um padrão de tamanho que permita a fácil leitura do texto (não muito pequena) e o não exagero de proporções (não muito grande).

4 – Se nada der certo, crie sua própria tipografia

Hoje, estão disponíveis infinitas opções de tipos de letras que podem ser usadas pelo seu negócio, mas se você quiser optar por uma identidade própria, a dica é criar uma tipografia única de sua empresa. Pesquisar sobre as famílias tipográficas pode ser essencial para embasar suas ideias, dando possibilidade de você pegar um elemento que você achou interessante de uma família e outro de outra, por exemplo. A contratação de um profissional gráfico aqui é ideal para que a sua estratégia seja efetiva e renda frutos posteriormente.

Gostou do nosso post? Deixe nos comentários a sua percepção sobre o assunto e aproveite para ler nosso artigo sobre como a tipografia pode ajudar sua empresa a melhorar sua marca!

tipografia impactante para sua marca

Ricardo Gonçalves

Ricardo Gonçalves

Leave a Replay